quarta-feira, maio 09, 2007

I-Doser: Droga Digital, já ouviu falar ou já leu a respeito?

Eu fico besta até que ponto chega a criatividade do ser humano, quando você acha que não se tem mais o que inventar, aí que todos nós nos enganamos, surgem várias novidades. A novidade que vou descrever aqui, diria até que é fora do comum.

Para situar você melhor, vou começar escrevendo a partir de quando surgiu essa loucura toda e tentar explicar a novidade que surgiu no mercado que está atraindo muitas pessoas para experimentarem essas novas sensações.


Em 2001, um programador de aúdio chamado John Ashton teve a idéia de usar sons como droga, e a primeira que ele inventou foi a maconha, sendo que esta foi lançada em 2005.

Na internet tem um site chamado I-Doser que vende arquivos de som como se fossem drogas digitais a valores que variam de 2,50 a 4,50 dólares a dose, estes arquivos você recebe via e-mail, pense aí na loucura, e estas drogas digitais produzem efeito psicodélico virtual, sendo que para você sentir esse efeito, você precisa de nada mais, nada menos que um fone de ouvido e 30 minutos do seu tempo para ouvir sons desconexos em altíssimo volume, e ao ouvir esses ruídos, vamos dizer assim, você tem a sensação idêntica às drogas reais como heroína, maconha e cocaína.

Pra você ter idéia, em apenas 24 horas foram feitos 150 000 downloads dessas novas drogas digitais, onde você escolhe entre os 75 produtos existentes no catálogo a droga que lhe interessa e pronto, já pode usá-la, ou melhor, ouví-la. E dentre os novos 25 produtos têm entre eles o orgasmo e o LSD.

E pelos efeitos que dizem que surtem ouvindo esses sons desconexos, a consultoria brasileira Box1824 que estuda as tendências do comportamento se interessou a fazer uma pesquisa a respeito destes e pediu que um de seus membros fizesse um teste com algumas das drogas oferecidas no site da I-Doser, entre as que ele escolheu, foram: ópio, maconha e cocaína, e constatou que as duas primeiras, lhe deu a sensação de sossego, o mesmo que uma música relaxante causaria e a última dose citada, o deixou irritado, ansioso e com uma grande dor de cabeça. Durma com um barulho desse (risos).


Mas o que se sabe a respeito dessas novas drogas digitais são que os efeitos que dizem que se têm, não têm nenhum respaldo científico. Porém sendo verdade ou não a respeito dos efeitos prometidos, o bom é que estas não são ilegais, você pode consumir à vontade, mas cuidado em doses excessivas, isso na minha opinião, vai é te deixar é louco. Estou fora dessas emoções fortes (risos). Agora se você quiser experimentar, "boa viagem"!


P.S: Se você quiser ler mais a respeito desse assunto, pode ser conferido na Revista Veja desse mês (9/05/2007), na página 90.


Beijos
Lú de Oliveira
;)

____________________POSITIVE VIBRATION!

Um comentário:

Bell disse...

Nossa Luhhhh que coisa hein @@

isso aew é totalmente novidade para

minha pessoa :P

achei interessante esse texto...mais

tb não quero viajar nessa onda não

uheueuhuh.

Beijosss Luhh!!!